O Modelo de Negócios Artísticos e sua Importância

Um modelo de negócios artísticos permite que artistas gerem e capturem valor com suas práticas de maneira estratégica, tendo uma visão ampla de todas as instâncias de sua produção.  Neste artigo, conhecerá a importância desse tipo de estratégia para uma carreira de sucesso. Para que serve um Modelo de Negócios Artísticos? Você já se perguntou … Continue lendo O Modelo de Negócios Artísticos e sua Importância

Como desenvolver um repertório artístico

Um repertório artístico, em um sentido mais estrito, está ligado às produções que os artistas podem apresentar. Na cena musical, onde o termo é constantemente aplicado, se refere a lista de música que um artista ou grupo irá  apresentar em seu show. Ou seja, a ideia de repertório está ligada com aquilo que os artistas … Continue lendo Como desenvolver um repertório artístico

Regimes da Arte

A arte nem sempre foi percebida da maneira que a entendemos hoje. A própria definição do termo é algo controverso. Isso porque o que entendemos por arte, sua função e seus significados podem variar de acordo com a cultura. Levando em consideração o senso comum ocidental, a arte é entendida como um objeto produzido por um … Continue lendo Regimes da Arte

Mise en scène: modernidade e a construção da realidade nas pinturas de Courbet

Ao considerar a forma de representação usada por Gustave Courbet (1819-1877) e também o termo mise en scène (expressão que remete ao posicionamento dos elementos de uma cena), é notável como a realidade pode ser moldada nas imagens de um período, mesmo que este não configure um recurso exclusivamente moderno.

Resenha: Autodesk Sketchbook

Desenvolvido pela experiente em software de design 3D a Autodesk, este Aplicativo é de longe a mais completa opção para você que deseja criar desenhos e pinturas digitais, com interface limpa, intuitiva e organizada, oferece uma ampla coleção de ferramentas e recursos que auxiliam no processo criativo e de adaptação ao formato digital.

Arte e publicação

A arte em forma de publicação nasce a partir de um diálogo com movimentos da arte contemporânea. A medida que artistas passam a desenvolver trabalhos capazes de colocar em crise valores como a originalidade, a autoria e a legitimação institucional, as publicações passam a ser vistas como meios de popularizar a arte, aproximando-a de um público mais amplo.

Como se figura a ideia de nação ou afinal o que nos representa

Partindo do pressuposto de que todas as identidades são inventadas, por meio de valores simbólicos e culturais é possível avaliar a ideia de nação por meio dos costumes e das artes que a expressam. Deste modo, as imagens formam um importante meio de elaboração de uma memória coletiva, capaz de criar uma imaginário social

As possibilidade dos processos artísticos contemporâneos

E a medida que a obra de arte expande-se para as relações da vida cotidiana, a noção dos lugares da arte passam a ser questionados também. Os espaços ideológicos e físicos destinados às experiências artísticas entraram em crise em meados do século e deram lugar a obras que utilizavam de forma peculiar esses espaços, ou trabalhos que buscavam outros lugares completamente diferentes

Breves considerações sobre exposições de arte

A exposição é, tradicionalmente (pelo menos desde os últimos três séculos), fundamental à experiência artística. Da função da conservação, passando pelo arranjo de obras em um espaço ou criação de conceitos curatoriais, hoje encontramos a possibilidade de proposições e processos de trabalho que estreitam ou dissolvem as divisões entre práticas artísticas e curatoriais.